terça-feira, 13 de dezembro de 2011

CONVERTA seu AUXÍLIO DOENÇA em APOSENTADORIA POR INVALIDEZ!

Jussinara Giudice Narvaz
NARVAZ ADVOGADOS
(98)8735-3813/ 8189-9506
(51) 9161-3738

Auxilio doença: aposentadoria por invalidez é convertida

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça julgou procedente uma ação de transformação de auxílio-doença para aposentadoria por invalidez, movida contra o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS. A sessão ordinária foi realizada na manhã da última quinta-feira (12) e, em decisão unânime, o órgão fracionário manteve a sentença da 15ª Vara Cível da Comarca da Capital.

O relator da apelação cível nº 200.2005.052.184-4/001 foi desembargador José Di Lorenzo Serpa.
Edilson Carneiro de Lima requereu auxílio doença por consequência de um acidente de trabalho junto ao INSS.

O benefício foi concedido até março de 2003 e na oportunidade o impetrante solicitou a conversão deste em aposentadoria por invalidez, tendo sido esta negada pelo órgão beneficente, sob a alegação de que não ficou constatada pela perícia médica que o segurado sofreu redução da sua capacidade de trabalho. O relator entendeu que Edilson preenche os requisitos para que seja feita a concessão da aposentadoria por invalidez, em conformidade com o artigo 42 da Lei nº 8.213/91.”Para a concessão do benefício é necessário que o segurado seja considerado incapaz de reabilitação para o exercício de trabalho que lhe garanta a subsistência”, observou.

Nas razões recursais o INSS afirma que a mera caracterização do acidente não é suficiente para permitir a concessão de qualquer benefício por parte da Previdência Social, sendo necessária a distinção entre a redução da capacidade anatômica e a de capacidade laborativa. Porém, segundo o desembargador-relator, não apresentou prova técnica para contrapor o laudo médico pericial que comprove a inexistência de sua incapacidade de trabalho.

O relator argumentou ainda que por equiparação legal, nos termos do artigo 20, da citada Lei, a doença profissional e a doença do trabalho são consideradas como acidente do trabalho, cuja definição legal está prevista no artigo 19 da Lei nº 8.213/91.

“A análise do histórico e do exame físico atual demonstram que o Sr. Edilson Carneiro Lima está incapacitado para o trabalho, por ser portador de espondilose cervical e lombar”, disse.

FONTE: TJ-PB - DISPONÍVEL SITE COAD/ADV

Cursos capacitação, extensão e in comapny - jussinara.adv@hotmail.com

  • Crimes Previdenciários - Pratica e análise jurisprudencial
  • Crimes X Criança e Adolescente - MOD I - Abuso Sexual Infantil
  • Crimes X Criança e Adolescente - MOD II - PEDOFILIA
  • Crimes X Idoso - Direitos e Proteção legal
  • Crimes x Mulher - Viol. Doméstica
  • ECA na Escola - Direitos e Deveres da Criança e Adolescente
  • Educação em Direitos Humanos - Ensino Fundamental/Noções Gerais
  • Mecanismos de proteção do E.C.A
  • Previdenciário - Assistencia Social - Benefícios da LOAS - Teoria e Prática
  • Previdenciário - Assistência Social e direitos do IDOSO
  • Previdenciário - Benefícios por Inacapacidade - Teoria e Prática
  • Saúde - Rede de Atendimento e o paciente com CÂNCER
  • Saúde Mental - Dependente Químico - Intervenção psico-social e legal.
  • Saúde Mental - Intervenção socio-jurídica ao PACIENTE COM TRANSTORNO MENTAL.
  • Saúde Mental e Internação Compulsória.
  • Viol. Doméstica - Questões e Prática (Lei Maria da Penha)